Pao de Linhaça sem Gluten

Pq nem so de gordice vive o blog…

Há 9 anos o blog Kochtopf  promove, todo dia 16/10, o World Bread Day, Dia Mundial do Pao. É um convite aos bloggers de todo o mundo a fazer um pão e postar em seus blogs/redes sociais. O intuito é mostrar ao mundo que fazer pão não é difícil e pode ser muito divertido.

Minha contribuição foi com um tostex, uma espécie de pão de linhaça sem gluten bem fininho que aprendi no blog Viver sem trigo .

Como o meu blog ainda não estava pronto, fiz, fotografei e publiquei apenas no Instagram, mas agora vou deixar a receita aqui.

 

Vc vai precisar de:

1 + 1/2 colher de sopa de farinha de arroz

1 colher de sopa de farinha de linhaça

1 colher de sopa de polvilho azedo

1 colher de sopa de fécula de batata

1 colher de cha de açúcar ou adoçante culinário (eu usei açúcar demerara)

1/2 colher de chá de sal

1 colher de cha de psyllium, CMC ou goma xantana (são espessantes para que o tostex não esfarele)

1 colher de café de fermento em po para bolo

1 ovo

1 colher de sopa de azeite

2 colheres de sopa de agua

 

Como fazer:

1. Pre aqueça o forno a 180C

2. Numa tigela, misture todas as farinhas, o açúcar, sal e o espessante.

3. Acrescente o ovo, o azeite e a agua e misture bem.

4. Por ultimo acrescente o fermento e mexa delicadamente, apenas para que seja incorporado a massa.

5. Unte com azeite apenas o findo de uma forma de pão ou bolo inglês e despeje a massa

6. Leve para assar por 20 minutos.

 

Esse pão não cresce quase nada, é uma característica do tostex. Essa receita rende um pão pequeno que eu como sozinha (não é gula não…).

Esse pão é feito para abrir, rechear e levar ao Tostex… por isso o nome, mas da para comer tranquilamente sem tosta-lo.

Dividi meu pão em 3 e coloquei 3 recheios: um com queijo branco, um com geleia de amora e outro com queijo minas curado. Apenas o ultimo levei ao Tostex.

 

IMG_2647IMG_2648IMG_2649IMG_2653

Ai vc me pergunta: nossa, mas precisa desse monte de farinha diferente? Sim… de tudo que tenho lido sobre massas sem gluten, essa mistura toda é o que garante a maciez e elasticidade que só o glúten consegue proporcionar. Não tem escapatória… se quiser massas sem gluten tem que ter essas farinhas em casa… mas vale a pena!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *